Mostrando postagens com marcador BOLSAS DE ESTUDO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador BOLSAS DE ESTUDO. Mostrar todas as postagens

20 de fev de 2014

SP - Bolsa Universidade - 14 mil vagas




Já estão abertas as inscrições para o programa Bolsa Universidade em 2014. São cerca de 14 mil vagas, e a participação dos bolsistas terá início no dia 8 de março.  Caso não possua cadastro, o universitário deve clicar na área “candidato” do sistema e em seguida “cadastro do candidato”. Caso já tenha se cadastrado, é preciso apenas fornecer número do CPF e a senha para efetuar a inscrição.
  • Faça aqui sua inscrição no Bolsa Universidade
O Bolsa Universidade é um convênio estabelecido entre o Governo do Estado de São Paulo e as Instituições de Ensino Superior, por meio da Secretaria. A Educação custeia 50% do valor da mensalidade do curso de graduação, até o limite de R$ 500,00 (quinhentos reais), e o restante é assumido pelas Instituições de Ensino Superior.
Como contrapartida, os bolsistas desenvolvem, aos finais de semana, em escolas estaduais ou municipais (dos municípios conveniados) do Estado de São Paulo, atividades compatíveis com a natureza de seu curso de graduação, e/ou de acordo com as suas habilidades pessoais. Exemplos: aula de violão (habilidade pessoal), curso de contabilidade básica (compatível com curso de graduação).
As comunidades podem, assim, participar de atividades das mais diversas naturezas, ampliando seus horizontes culturais.
Para os universitários, o desenvolvimento de projetos junto às comunidades participantes proporciona experiências que acrescentam valores importantes à sua formação acadêmica, como a solidariedade e a responsabilidade social.

Como se inscrever?

Estudante universitário, concluinte do Ensino Médio em qualquer rede de ensino no Brasil, pode se inscrever no programa, durante o período em que as inscrições estiverem abertas.
As atividades desenvolvidas nas escolas poderão ser organizadas nos quatro eixos de atuação do Programa Escola da Família: Esporte, Cultura, Saúde e Trabalho.
Para se candidatar é preciso:
  • estar regularmente matriculado em faculdade conveniada com o Programa Bolsa Universidade;
  • não receber outra bolsa, financiamento ou similar, vindos de recursos públicos;
  • ter disponibilidade para atuar como educador universitário no Programa Escola da Família, em escolas estaduais ou municipais do Estado de São Paulo, aos finais de semana;
  • não possuir nível superior completo.
Para conhecer as faculdades conveniadas e efetuar sua inscrição, acesse o sistema

Regulamentos

Escola da Família oferece bolsas de R$ 392 para alunos atuarem como empreendedores

Escola da Família oferece bolsas de R$ 392 para alunos atuarem como empreendedores

Categoria
Jovens do Ensino Médio podem se inscrever na seleção até 27 de fevereiro
Estão abertas as inscrições para os alunos do Ensino Médio interessados em atuar como empreendedores nas escolas estaduais que integram o programa Escola da Família. São oferecidas 1,5 mil bolsas no valor de R$ 392.
Siga a Secretaria da Educação no Twitter e noFacebook
As inscrições devem ser realizadas, até às 18h do dia 27 de fevereiro, por meio do site da Fundação do Desenvolvimento Administrativo (FUNDAP), para o processo seletivo para estagiar em diversos órgãos do setor público. Após aprovação no processo o candidato poderá ser selecionado para atuar no projeto ou ainda em outro programa de estágio oferecido nesta seleção unificada.
- Faça aqui sua inscrição
- Consulte aqui o edital
A lista com as inscrições confirmadas será publicada no dia 28 de fevereiro. No dia 18 de março, serão divulgados os locais da prova, que acontece às 13h do dia 23 do mesmo mês. O exame, que terá duração de três horas, será composto por 30 questões de múltipla escolha. A classificação final dos candidatos será divulgada no dia 4 de abril.
Atividades
A carga horária do aluno empreendedor é de 12 horas, sendo 6 horas no sábado e outras 6 no domingo.  A bolsa tem duração de um ano, podendo ser prorrogada por mais um ano. Para participar, os alunos passam por um processo de classificação. Após a convocação, os alunos empreendedores são encaminhados às unidades do programa de seus municípios de origem. É dada a preferência para que os jovens atuem nas unidades em que estudam.
O projeto Aluno Empreendedor estimula os adolescentes a desenvolverem ações nas unidades de ensino que abrem aos finais de semana para a comunidade. Os participantes ficam responsáveis por criar e comandar ações gratuitas sociais, culturais e esportivas, entre outras atividades, aos sábados e domingos, nas unidades escolares.
Atualmente, as escolas da família já contam com 640 alunos empreendedores. A nova turma deve começar a atuar a partir de março.
  • Foto: A2 Fotografia / Guilherme Lara Campos
    O Programa Escola da Família comemora 10 anos de atividades em 2,3 unidades abertas aos finais de semana
  • Foto: Guilherme Lara Campos / A2 Fotografia
    O Programa Escola da Família comemora 10 anos de atividades em 2,3 unidades abertas aos finais de semana

boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!