4 dicas para criar cursos imersivos

Mostrando postagens com marcador ENEM. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ENEM. Mostrar todas as postagens

10 de mai de 2017

Com cartas motivacionais, pais ajudam a preparar os filhos para o Enem

Com cartas motivacionais, pais ajudam a preparar os filhos para o Enem

Alunos se juntam para selfie com professor em dia de entrega das cartas
Alunos se juntam para selfie com professor em dia de entrega das cartas Foto: Reprodução internet
Força, coragem e determinação. Foram essas as características que Íria Lucia Barbieri Marrafa viu crescer na filha Maria Cllara, 18 anos, ao receber uma carta da mãe dias antes do último Enem. A injeção de confiança foi motivada pela escola onde a jovem estudava, o Colégio Futuro Vip, que sugeriu aos pais que escrevessem uma mensagem de amor e ânimo para os vestibulandos.
- É um momento de dedicação e de empenho deles, mas a gente também fica envolvido em todo o processo. A carta foi uma mistura de frases emotivas e engraçadas, minha filha chorava e ria. Até as amigas pegaram para ler. E como não tínhamos condição de pagar uma faculdade particular, passar no vestibular era importante - conta Íria, que entregou a carta dois dias antes da prova.
Maria Cllara Marrafa com a mãe, Íria
Maria Cllara Marrafa com a mãe, Íria Foto: Reprodução internet
Maria Cllara passou para História, e no próximo semestre começa a estudar na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Vinícius dos Santos, 19 anos, também foi pego de surpresa quando recebeu a carta escrita pela mãe e pelo pai, que faleceu meses depois de ele prestar vestibular para Nutrição.
- Eu sou uma pessoa sensível, estava bastante emocionado naquele momento e precisava de força. Fui para a prova mais tranquilo, mais consciente - lembra o futuro universitário, que resolveu mudar de curso no meio do caminho. Ele se prepara agora para começar a estudar História na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ):
- Meu pai não viu essa vitória, mas eu vou lembrar com muito carinho e responsabilidade da força que ele e minha mãe me deram. Espero concluir a faculdade para dar o meu melhor como profissional.
Alunas se divertem ao receber as cartas dos familiares
Alunas se divertem ao receber as cartas dos familiares Foto: Reprodução internet
Idealizador da ação, Carlos Ferreira, diretor administrativo da unidade Brás de Pina do Colégio Futuro Vip, ainda lidera uma aula relaxante surpresa entre os alunos. Pela manhã, eles são recebidos com café da manhã e uma palestra com o professor com quem têm mais afinidade.
- A gente entende que a família é a raiz. Nunca vemos o conteúdo da carta. Muitas vezes as coisas não são ditas olho no olho, mas pela carta os pais, irmãos e os padrinhos abrem o coração. Isso é um resultado para a vida e não só para o Enem - comemora.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/educacao/vida-de-calouro/com-cartas-motivacionais-pais-ajudam-preparar-os-filhos-para-enem-20979271.html#ixzz4giR5OQIR

6 de jan de 2012

SISU - de 07 a 12 de Janeiro -

Informaçõe obtidas pelo  site do MEC - Ministério da Educação e Cultura - Governo Federal.
Período de inscrições
de 7 a 12 de janeiro
Conheça as
vagas ofertadas
  • Conheça as vagas ofertadas e encontre o curso de sua preferência.
    Pesquisar vagas
Tire suas dúvidas

1 - Conhecendo o Sisu
1.1 - O que é o Sistema de Seleção Unificada (Sisu)?
O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). O processo seletivo do Sisu 1º/2012 selecionará candidatos para ingresso em cursos com vagas para o ano letivo de 2012 (1º e 2º semestre).
1.2 - Como funciona o Sisu?
O processo seletivo do Sisu possui uma única etapa de inscrição.
Ao efetuar sua inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. O candidato também deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência ou às vagas destinadas a políticas afirmativas.
Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.
Ao final da etapa de inscrição, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem e eventuais ponderações (pesos atribuídos às notas ou bônus).
Serão considerados selecionados somente os candidatos classificados dentro do número de vagas ofertadas pelo Sisu em cada curso, por modalidade de concorrência. Caso a nota do candidato possibilite sua classificação em suas duas opções de vaga, ele será selecionado exclusivamente em sua primeira opção.
Serão feitas duas chamadas sucessivas. A cada chamada, os candidatos selecionados têm um prazo para efetuar a matrícula na instituição, confirmando dessa forma a ocupação da vaga.
Candidato selecionado em 1ª opção:
O candidato selecionado em sua primeira opção não participará da chamada subsequente, independentemente de efetuar ou não sua matrícula na instituição de ensino para a qual foi selecionado. Por isso, o candidato deve ficar atento aos prazos: se for selecionado em primeira opção, só terá esta oportunidade de fazer sua matrícula, pois não será convocado na chamada seguinte.
Candidato selecionado em 2ª opção:
O candidato selecionado em sua segunda opção, tendo ou não efetuado a respectiva matrícula na instituição, continuará concorrendo, na chamada subsequente, à vaga que escolheu como primeira opção.
Assim, se na chamada subsequente o candidato já matriculado na sua segunda opção for selecionado em sua primeira opção (por desistência de candidatos selecionados, por exemplo), a realização da matrícula na vaga da primeira opção implicará no cancelamento automático da matrícula efetuada anteriormente na segunda opção.
Lista de Espera:
Após as chamadas regulares do processo seletivo, o Sisu disponibilizará às instituições participantes uma Lista de Espera a ser utilizada prioritariamente para preenchimento das vagas eventualmente não ocupadas.
Para participar da Lista de Espera do Sisu, o candidato deve manifestar o interesse no prazo especificado no cronograma.
Podem participar da lista de espera, os candidatos não selecionados em nenhuma de suas opções nas chamadas regulares, assim como os candidatos selecionados em sua segunda opção, independente de terem efetuado a matrícula.
A participação na lista de espera somente poderá ser feita na primeira opção de vaga do candidato.
1.3 - Quais as instituições e cursos participantes do processo seletivo do Sisu 1º/2012?
São 95 instituições públicas de ensino superior participantes do processo seletivo 1º/2012. Veja a lista das instituições participantes e quantidade de vagas e a lista dos cursos oferecidos.

2 - Inscrições
2.1 - Quem pode se inscrever no Sisu 1º/2012?
Podem se inscrever no Sisu os candidatos que fizeram o Enem 2011 e que tenham obtido nota maior do que zero na redação. É importante ressaltar que algumas instituições adotam notas mínimas para inscrição em determinados cursos. Nesse caso, no momento da inscrição, se a nota do candidato não for suficiente para concorrer àquele curso, o sistema emitirá uma mensagem com esta informação.
2.2 - Participei do Sisu em etapas anteriores e fui selecionado, posso concorrer nesta edição?
Sim, caso tenha feito o Enem 2011.
2.3 - Estou atualmente matriculado em uma instituição de ensino superior, posso concorrer novamente neste processo 1º/2012?
Sim, caso tenha feito o Enem 2011. Caso seja uma instituição pública, ressaltamos que o estudante de graduação não pode ocupar duas vagas simultaneamente em instituições públicas de ensino superior, conforme regulamentado pela Lei nº 12.089 de 11 de novembro de 2009.
2.4 - Como é feita a inscrição no Sisu?
A inscrição no Sisu deverá ser realizada, necessariamente, com a senha do Enem 2011. Assim, caso o candidato não se lembre de sua senha, deverá recuperá-la no sítio do Enem.
2.5 - É cobrada alguma taxa para a realização da inscrição?
A inscrição é feita exclusivamente pelo sistema e sem a cobrança de taxas.
2.6 - Qual o horário de inscrição no Sisu?
O Sisu ficará disponível para inscrição dos candidatos de 0h do dia 7 de janeiro às 23h59 do dia 12 de janeiro de 2012. Durante o período de inscrições, o sistema estará aberto durante todo o dia, de forma ininterrupta. Será considerado o horário oficial de Brasília.
2.7 - Quais os documentos necessários para fazer a inscrição no Sisu?
Para se inscrever no Sisu, o candidato precisará apenas de seu número de inscrição no Enem 2011 e da senha cadastrada no exame.
É necessário, no entanto, que ao fazer sua inscrição, o candidato fique muito atento aos documentos exigidos pelas instituições para a efetivação da matrícula, em caso de aprovação. Esta informação estará disponível no sistema, no momento de sua inscrição.
2.8 - O candidato pode imprimir o comprovante de sua inscrição?
Sim. Ao finalizar a inscrição, o sistema possibilita ao candidato imprimir seu comprovante.
2.9 - Depois de concluir sua inscrição, o candidato pode modificar suas opções?
Sim. É permitido ao candidato, durante o período de inscrição, de 7 a 12 de janeiro de 2012, modificar suas opções quantas vezes julgar conveniente. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

3 - Senhas e número de inscrição do Enem
3.1 - Como recuperar o número de inscrição ou a senha do Enem 2011?
Caso o candidato tenha perdido seu número de inscrição ou sua senha do Enem 2011, deverá recuperá-la no site do Enem.
3.2 - É necessário cadastrar uma nova senha para acesso ao Sisu?
Não. O acesso ao Sisu 1º/2012 deve ser feito, exclusivamente, com a senha do Enem 2011. Caso o candidato tenha perdido seu número de inscrição ou sua senha do Enem 2011, deverá recuperá-la no site do Enem.
3.3 - Posso acessar o Sisu 1º/2012 com a senha cadastrada em edições anteriores do Sisu?
Não. O acesso ao Sisu 1º/2012 deve ser feito, exclusivamente, com a senha do Enem 2011.

4 - Notas do Enem
4.1 - Como são informadas, no Sisu, as notas do candidato no Enem 2011?
No momento que o candidato insere no sistema o seu número de inscrição e a senha do Enem 2011, o Sisu recupera, automaticamente, as suas notas obtidas no exame.
4.2 - As instituições adotam pesos diferentes para as notas do Enem 2011? Como o Sisu calcula a nota nestes casos?
Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos diferenciados para as provas do Enem 2011. Assim, quando o candidato se inscrever para curso em que a instituição adotou peso diferenciado para determinada prova do Enem 2011, o sistema fará automaticamente o cálculo, de acordo com as especificações da instituição, gerando uma nova nota. Esta informação estará disponível para o candidato no momento da inscrição que informará como o sistema efetuou o cálculo da nota.
4.3 - É possível que um mesmo candidato tenha notas diferentes para cursos diferentes?
Sim. Como as instituições participantes do Sisu podem atribuir pesos diferentes ou bônus nas provas do Enem 2011 para cada curso, a nota do candidato pode variar de acordo com os parâmetros definidos pela instituição.
4.4 - É possível que um mesmo candidato tenha notas diferentes para o mesmo curso?
Sim. As instituições participantes do Sisu podem, eventualmente, adotar um bônus a ser atribuído à nota dos candidatos como forma de política afirmativa. Deste modo, a nota do mesmo candidato irá variar caso ele inscreva-se na modalidade ampla concorrência ou na modalidade ação afirmativa (com bônus).

5 - Nota de Corte
5.1 - Como é calculada a nota de corte de cada curso que o Sisu informa como referência?
Uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte (menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.
Atenção: a nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada. O sistema não faz o cálculo em tempo real e a nota de corte se modifica de acordo com a nota dos inscritos. A nota de corte só será informada pelo sistema a partir do segundo dia de inscrição.
5.2 - O que é a classificação parcial?
Durante o período de inscrições no Sisu, o candidato poderá consultar, em seu boletim de acompanhamento, a sua classificação parcial na opção de curso escolhido. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Essa classificação é apenas uma referência e pode ser observada pelo estudante durante o período em que o sistema estiver aberto para as inscrições. Ao final do período de inscrições, é divulgada a lista de selecionados e em seu boletim de acompanhamento o candidato pode consultar a sua classificação e resultado final.

6 - Vagas ofertadas
6.1 - Todas as vagas oferecidas nesta edição do Sisu são para ingresso no 1º semestre de 2012?
Não. As vagas oferecidas nesta edição do Sisu podem ser para ingresso no 1º semestre ou no 2º semestre de 2012. No momento de efetuar a inscrição, o sistema informa ao candidato o número de vagas ofertadas para cada semestre.
6.2 - Há oferta de vagas para cursos na modalidade de ensino a distância no Sisu?
Não, neste processo seletivo somente serão ofertadas vagas para cursos presenciais.
6.3 - Há oferta de vagas específicas para políticas de ações afirmativas no Sisu?
Há instituições participantes do Sisu que disponibilizam uma parte de suas vagas para as políticas afirmativas (cotas para afrodescendentes, indígenas, egressos de escola pública etc.).
Assim, em determinados cursos, pode haver duas modalidades de concorrência: ampla concorrência e ações afirmativas. O candidato deverá, no momento da inscrição, optar por uma destas modalidades, de acordo com seu perfil.
Dessa forma, durante as duas chamadas do Sisu, o candidato que optar por concorrer por uma determinada ação afirmativa estará concorrendo apenas com os candidatos que tenham feito essa mesma opção, e o sistema selecionará, dentre eles, os que possuírem as melhores notas no Enem 2011.
Atenção: é de inteira responsabilidade do candidato se certificar de que atende os requisitos exigidos para concorrer a uma vaga destinada a política afirmativa e de que possui os documentos que serão exigidos pela instituição, no momento da matrícula, em caso de aprovação. A documentação necessária será informada pelo sistema, juntamente com os demais documentos exigidos para matrícula.
6.4 - É permitida a utilização de bônus à nota do candidato como forma de política de ação afirmativa no Sisu?
Sim. O sistema faculta às instituições a adoção de um bônus como forma de ação afirmativa. Ou seja, no lugar de estabelecer uma reserva de vagas (cota), a instituição atribui uma “pontuação extra” (bônus), a ser acrescida à nota obtida no Enem pelo candidato. Nestes casos, o candidato beneficiado com a bonificação concorre com todos os demais inscritos em ampla concorrência.
6.5 - Qual a diferença entre: Bacharelado, Licenciatura, Tecnológico e Área Básica de Ingresso?
Bacharelado - curso superior generalista, de formação científica ou humanística, que confere ao diplomado competências em determinado campo do saber para o exercício de atividade profissional, acadêmica ou cultural, com o grau de bacharel.
Licenciatura - curso superior que confere ao diplomado competências para atuar como professor na educação básica, com o grau de licenciado.
Tecnológico - curso superior de formação especializada em áreas científicas e tecnológicas, que confer ao diplomado competências para atuar em áreas profissionais específicas, caracterizadas por eixos tecnológicos, com o grau de tecnólogo.
Área Básica de Ingresso - Área Básica de Ingresso designa uma situação em que uma única “entrada” possibilitará ao estudante, após a conclusão de um conjunto básico de disciplinas (denominado de “ciclo básico” por algumas instituições de educação superior), a escolha de uma entre duas ou mais formações acadêmicas. É comum em cursos cuja entrada é única para licenciatura ou bacharelado (História, Física, Geografia, etc.); ou em cursos como os de Letras, que dispõem de várias formações acadêmicas vinculadas.

7 - Resultado e Matrícula
7.1 - Como saber o resultado do Sisu?
O resultado do Sisu poderá ser consultado no seu Boletim de Acompanhamento, neste portal, nas instituições participantes e na Central de Atendimento do MEC, por meio do telefone 0800-616161.
7.2 - Quais são os critérios de desempate?
No caso de notas iguais, o desempate entre os candidatos será efetuado considerando-se a seguinte ordem de critérios:
Maior nota obtida na redação;
Maior nota obtida na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias;
Maior nota obtida na prova de Matemática e suas Tecnologias;
Maior nota obtida na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
Maior nota obtida na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.
7.3 - Como devo proceder com a matrícula caso seja selecionado pelo Sisu?
O candidato selecionado pelo Sisu deverá verificar, junto à instituição de ensino em que foi aprovado, os locais, horários e procedimentos para matrícula. O prazo para a realização da matrícula está definido no cronograma disponível nesse portal.
7.4 - É possível solicitar a transferência de curso?
O processo de transferência de curso em uma mesma instituição de ensino é regulamentado por cada instituição. Dessa forma, o candidato deve informar-se junto à instituição sobre as regras e procedimentos.
7.5 - O MEC oferece algum auxílio (transporte, moradia etc.) para os estudantes selecionados?
O Ministério da Educação destina às instituições participantes do Sisu recursos específicos para a aplicação em programas de assistência estudantil. Tais programas, entretanto, são implementados diretamente por cada instituição, por isso os candidatos devem informar-se junto à universidade ou instituto para o qual deseja candidatar-se sobre os programas existentes.

8 - Lista de Espera
8.1 - Quem pode manifestar interesse em participar da Lista de Espera do Sisu?
Os candidatos não selecionados em nenhuma de suas opções nas chamadas regulares e os candidatos selecionados em sua segunda opção, independente de terem efetuado a matrícula. A participação na lista de espera somente poderá ser feita na primeira opção de vaga do candidato.
8.2 - Como faço para participar da Lista de Espera do Sisu?
O candidato deverá acessar o sistema durante o período especificado no cronograma e, em seu Boletim de Acompanhamento, clicar no botão que correspondente à confirmação de interesse em participar da Lista de Espera do Sisu.
Atenção: Certifique-se de que sua manifestação foi realizada. Ao finalizar a manifestação o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

9 - Sisu e Prouni
9.1 - O candidato que se inscreveu no Sisu também pode se inscrever no Prouni?
Sim, os candidatos que se inscreveram no Sisu também podem se inscrever no Programa Universidade para Todos (Prouni), desde que atendam aos critérios do programa. O Sisu 1º/2012 e o Prouni 1º/2012 utilizam o Enem 2011 como critério para seleção dos candidatos.
Entretanto, não é permitido que o candidato acumule uma bolsa do Prouni e uma vaga no Sisu. Assim, caso o candidato faça a opção pelo Prouni, ele deverá abrir mão da vaga na universidade pública para a qual foi selecionado por meio do Sisu. Caso faça a opção pela vaga do Sisu, o candidato deverá abrir mão da bolsa do Prouni para a qual foi selecionado.
9.2 - O bolsista do Prouni pode se inscrever no Sisu?
Sim, se tiver feito o Enem 2011, o bolsista do Prouni pode se inscrever no Sisu. Porém, se for selecionado pelo Sisu, deverá fazer a opção pela bolsa do Prouni ou pela vaga na instituição pública para a qual foi selecionado, pois é vedado ao bolsista utilizar uma bolsa do Prouni e estar matriculado em instituição de ensino superior pública e gratuita.

10 - Próximo processo seletivo
10.1 - Quando é o próximo processo seletivo do Sisu?

O Sisu realiza dois processos seletivos por ano: um no início do primeiro semestre e outro no início do segundo semestre. O cronograma do processo seletivo do segundo semestre ainda não está disponível.
Sua dúvida não está aqui?
    Todos os horários referem-se ao horário oficial de Brasília.
    #14 12.1.30-11

    11 de ago de 2009

    O ENEM ESTÁ AÍ! VAI ENCARAR?

    Postagem inicial em http://noticias.terra.com.br/educacao/interna/0,,OI3887967-EI8398,00.html
    Vai encarar o Novo Enem? Saiba mais sobre o exame

    O novo exame nacional do ensino médio (Enem) será aplicado em 1.619 municípios brasileiros, nos dias 03 e 04 de outubro e manterá a característica de ser um exame voluntário. Alunos concluintes do ensino médio e pessoas que terminaram este nível de ensino em anos anteriores, os chamados egressos, ainda podem realizar a prova. A novidade é que a prova vai valer também para certificação de conclusão do ensino médio, o que torna o Enem também uma oportunidade para cidadãos sem diploma nesse nível de ensino, desde que na data de realização da prova tenham 18 anos, no mínimo.

    As médias do Enem poderão ser usadas no vestibular das instituições federais de ensino e também em processos seletivos de cursos profissionalizantes pós-médios. A partir do ano que vem, a avaliação vai medir ainda o desempenho acadêmico dos estudantes ingressantes nas instituições de ensino superior.

    Provas
    O Enem 2009 é concebido a partir das orientações curriculares previstas para o ensino médio, que estão estruturadas em quatro áreas do conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e suas Tecnologias. Por isso, o exame será constituído por quatro provas, contendo 45 questões objetivas de múltipla escolha cada.

    A redação deverá ser feita em Língua Portuguesa e estruturada na forma de texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo, a partir de um tema de ordem social, científica, cultural ou política.

    No sábado, dia 03 de outubro, das 13h às 17h30, serão aplicadas as prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No dia 04 de outubro, domingo, das 13h às 18h30, serão realizadas as prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação; e Matemática e suas Tecnologias.

    Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 12h55, horário de Brasília-DF. As provas serão aplicadas às 13h, em todo o território nacional.

    É recomendável que o inscrito compareça ao local de realização da prova com antecedência de uma hora. Será necessário apresentar original ou cópia devidamente autenticada de documento de identificação, Cartão de Confirmação de Inscrição, folha de respostas do questionário socioeconômico, caneta esferográfica de tinta preta, lápis preto nº 2 e borracha macia.

    Atendimento especial
    Para receber atendimento apropriado, o participante com deficiência física deverá obrigatoriamente declarar, no ato da inscrição, o tipo de atendimento especial que necessita para realizar o exame.

    Aos detentos ou internos, matriculados em programas especiais de educação de ensino médio em unidades prisionais ou hospitalares, será oferecido aplicação da prova nos locais de detenção ou internação em que se encontrem, mediante termo de compromisso específico. Para isso, a coordenação responsável deverá solicitar ao Inep o formulário do Termo de Compromisso para a aplicação do Enem. O documento deverá ser encaminhado ao Instituto até o dia 17 de julho.

    Manual do Inscrito
    Todos os devidamente inscritos receberão o Manual do Inscrito, contendo as informações gerais sobre o Enem 2009, as competências e habilidades a serem avaliadas, os critérios de avaliação de desempenho dos participantes nas provas, bem como o questionário socioeconômico, com folha de respostas própria. O Manual do Inscrito será enviado, via correios, para o endereço indicado no ato da inscrição. O inscrito no Enem 2009 deverá responder o questionário socioeconômico e entregar a folha de respostas no dia e local de realização das provas.

    Cartão de confirmação
    O inscrito também irá receber um Cartão de Confirmação de Inscrição, enviado para o endereço indicado no ato da inscrição. O cartão contém o local onde será realizado o exame, o número de inscrição, a senha de acesso aos resultados individuais e a folha de leitura óptica para as respostas do questionário socioeconômico. Caso o inscrito não receba o seu Cartão de Confirmação de Inscrição até o dia 25 de setembro de 2009, deverá entrar em contato com o Programa Fala Brasil, pelo telefone 0800-616161 ou acessar a página htt://enem.inep.gov.br/consulta.

    Resultados individuais
    A partir da segunda quinzena de janeiro de 2010, os participantes do Enem 2009 receberão o Boletim Individual de Resultado. As médias serão enviadas via Correios no endereço indicado na ficha de inscrição. Para consultar os resultados individuais pelo site do Inep serão necessários o número do CPF e a senha de acesso, cadastrados na fase de inscrição.


    O Sistema de Seleção Unificada
    O candidato a uma vaga no ensino superior poderá concorrer a cinco cursos ou instituições, mas apenas naquelas universidades que adotarem o Enem como única forma de ingresso. As instituições que optarem utilizar o Enem como única avaliação para selecionar os ingressantes participarão de um Sistema de Seleção Unificada, informatizado e online.

    Nesse sistema, as universidades informarão quantas vagas têm disponíveis para cada curso, e qual é o peso que cada uma das grandes áreas do conhecimento terá na nota final. O aluno que participou do Enem 2009 se inscreve no sistema, que calculará sua nota final, já com os pesos estabelecidos, e o aluno poderá simular inscrição em até cinco cursos ou instituições, durante todo o período em que o sistema ficar disponível na internet.

    Caso a universidade decida utilizar o Enem como segunda fase ou com a nota do Enem agregada à nota de um vestibular próprio, a instituição deverá decidir e publicar as regras de inscrição e participação em seus editais. O Sistema de Seleção Unificada só será utilizado pelas instituições que escolherem o Enem como única forma de seleção.

    O Sistema de Seleção Unificada, informatizado e online, será aberto apenas às instituições/cursos que optarem por usar o Enem como fase única ou para preencher as vagas remanescentes ao fim da sua seleção

    19 de jun de 2009

    O ENEM 2009 ESTÁ CHEGANDO, o que muda?


    O ENEM O Exame Nacional do Ensino Médio está diferente.

    Agora, ele servirá como processo seletivo para ingresso nas universidades e nos institutos federais.

    A prova está mais abrangente, com questões mais próximas da realidade dos estudantes.

    O novo exame também ajudará a melhorar a qualidade do ensino médio.

    As inscrições para a prova deste ano, que será realizada em outubro, estão abertas até 17 de julho e devem ser feitas no portal do Ministério da Educação.

    Por que fazer o Enem 2009?

    A mádia de desempenho obtida no Enem será imprescindível para pleitear uma vaga nas instituições de ensino superior que adotarem o exame como ferramenta de seleção, de maneira integral ou parcial. Alám disso, o Enem continua a servir como referência para uma auto-avaliação sobre o ensino mádio e qualidade do ensino, e sua nota continuará a ser critário de seleção de bolsas de estudo no Programa Universidade para Todos (ProUni). O Enem 2009 vai ainda promover a certificação de jovens e adultos no ensino mádio e, a partir do ano que vem, vai medir o desempenho acadêmico dos estudantes ingressantes nas instituições de ensino superior.

    Quem poderá participar do Enem 2009?

    O novo Enem manterá a característica de ser um exame voluntário. Alunos concluintes do ensino mádio e pessoas que terminaram este nível de ensino em anos anteriores, os chamados egressos, ainda podem realizar a prova. A novidade á que a prova vai valer tambám para certificação de conclusão do ensino mádio, o que torna o Enem tambám uma oportunidade para cidadãos sem diploma nesse nível de ensino, desde que na data de realização da prova tenham 18 anos, no mínimo.


    Em que o ENEM pode ser importante para meu ingresso nas universidades

    O Ministério da Educação propôs uma reformulação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e sua utilização como forma de seleção unificada nos processos seletivos das universidades públicas federais.

    A proposta tem como principais objetivos democratizar as oportunidades de acesso às vagas federais de ensino superior, possibilitando a mobilidade acadêmica e induzindo a reestruturação dos currículos do ensino médio.

    As universidades possuem autonomia e poderão optar entre quatro possibilidades de utilização do novo exame como processo seletivo:

    • Como fase única, com o sistema de seleção unificada, informatizado e on-line;
    • Como primeira fase;
    • Combinado com o vestibular da instituição;
    • Como fase única para as vagas remanescentes do vestibular.

    Como serão as inscrições para o Enem 2009? Todas as inscrições para o Enem 2009 serão realizadas exclusivamente pela Internet, no endereço http://enem.inep.gov.br/inscricao. Concluintes de escolas públicas e privadas, egressos do ensino médio e candidatos à certificação, poderão se inscrever a partir das 8h do dia 15 de junho, até às 23h59 do dia 17 de julho, e deverão adotar o seguinte procedimento:
    – acessar a página da Internet http://enem.inep.gov.br/inscricao, durante o período das inscrições;
    – preencher ou atualizar os dados cadastrais;
    – preencher o cadastro de inscrição com as informações necessárias, inclusive a cidade escolhida para realização do exame, dentre as apresentadas, e se pretende utilizar os resultados do exame para efeito de certificação, na forma da lei;
    – enviar os dados e verificar se a transferência foi concretizada;
    – o concluinte isento do pagamento da taxa de inscrição deverá imprimir, na seqüência, o comprovante de inscrição;
    – o concluinte ou egresso pagante deverá imprimir, na seqüência, o boleto para efetuar o pagamento em qualquer agência de estabelecimento bancário, integrado ao Sistema Nacional de Compensação, no valor de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) ou solicitar isenção de taxa;
    – a efetivação da inscrição somente ocorrerá após o recebimento pelo INEP do comprovante de pagamento enviado pelo Banco do Brasil;
    – os comprovantes de inscrição dos participantes referidos estarão disponíveis no endereço eletrônico http://enem.inep.gov.br/inscricao. É de inteira responsabilidade do inscrito a obtenção e guarda do comprovante da inscrição, sem o qual ele não poderá participar do exame.

    Isenção: Serão isentos do pagamento da taxa de inscrição os concluintes do ensino médio, em qualquer modalidade, matriculados em instituições públicas de ensino. Os demais participantes poderão solicitar a isenção no ato da inscrição do Enem, mas será necessário preencher os requisitos estabelecidos no Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007. O deferimento dos pedidos de isenção deverão ser acompanhados a partir do dia 10 de julho de 2009, no endereço eletrônico http://enem.inep.gov.br/inscricao. Para participarem do Enem 2009, os candidatos que tiverem seus pedidos de isenção indeferidos deverão acessar a página http://enem.inep.gov.br/inscricao, imprimir o boleto e efetivar o pagamento da inscrição até o dia 17 de julho de 2009.


    ENTÃO, INSCREVA-SE ATÉ O DIA 17/07 !!!!!!Maiores informações no site do ENEM

    8 de jul de 2008

    ENEM 2008, tá na hora!!!!! Inscrições até 14/07!!!



    Para aqueles que perderam o prazo de inscrição para o Enem 2008, há mais uma chance. Para se inscrever, visite o Site do ENEM(pagando taxa de R$35 até o dia 14 de Julho).

    A prova acontecerá no dia 31 de Agosto às 13h, contemplando 63 questões de múltipla escolha.

    Você sabe o que é o Exame Nacional do Ensino Médio? Não?

    O ENEM é uma avaliação proposta pelo Governo Federal, através do MEC, que visa analisar o desempenho dos estudantes do Ensino Médio, no ano de sua conclusão ou de alunos que já completaram o EM em anos anteriores.
    Tal exame é essencial para alunos que têm planos de tentar o vestibular, pois apresentam questões parecidas com as do temível concurso.

    O mais interessante no Enem é a avaliação das habilidades e competências dos estudantes. A prova do Enem é contextualizada e interdisciplinar, exigindo do candidato menos memorização excessiva dos conteúdos e mais demonstrações de sua capacidade de “como fazer”, colocar em prática os conhecimentos adquiridos nos anos de Ensino Médio. É um exame que valoriza a capacidade interpretativa do aluno de tudo o que ele estudou e aprendeu no EM, sem a necessidade de decorar para passar.

    Outra vantagem do ENEM é que mais de 600 Instituições de Ensino Superior (IES) pelo Brasil utilizam seus resultados como complementação de seus processos seletivos (algumas até estudam substituir o vestibular pelo Enem como processo seletivo), o que acaba sendo um atrativo a mais para os estudantes participarem do Enem.

    ENEM E PROUNI - O que isso tem a ver??

    Outro grande incentivo é o ProUni - Programa Universidade para Todos - que ajudou a popularizar o Enem desde que foi implantado em 2005. Só em 2007 foram mais de 2,7 milhões de participantes que fizeram a prova do Enem no dia 26 de agosto.

    O ProUni é um sistema de benefício aos estudantes de baixa renda que não têm condição de pagar uma faculdade particular. De acordo com o site do Programa, a estimativa é oferecer cerca de 400 mil novas vagas nos próximos quatro anos.

    O Programa distribui três tipos de bolsa, a bolsa integral, para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 570,00), a bolsa parcial, 50%, para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos (R$ 1.140,00) e a bolsa de 25%, para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos (R$ 1.140,00), concedidas somente para cursos com mensalidade de até R$ 200,00.

    Maiores Informações clique aqui!!!

    boo1

    Postagens mais visitadas

    Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!