4 dicas para criar cursos imersivos

Mostrando postagens com marcador mobile learning; EaD. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mobile learning; EaD. Mostrar todas as postagens

26 de mai de 2014

Visões da Ead - Ambientes virtuais de aprendizagem e mídias educacionais parte 2

A taxonomia de Bloom  pode ser um excelente instrumento a ser utilizado para nos orientar na hora de criar um AVA ou um determinado material didático. Esse esquema pode nos auxiliar a compreender bem esses critérios:

Realmente o alto volume de informações ao DI acaba o confundindo e a falta de um projeto, um layout pré-definido pode atrapalhar ainda mais a confecção de um AVA ou de um material didático. 
O bom senso e a clareza são essenciais nesse processo. É necessário muita atenção nesse quesito até para não deixar um ambiente virtual confuso e que fornece muitas informações desencontradas!

Profª Semíramis F. Alencar Moreira
Síntese PIGEAD - 26/05/2014

20 de mar de 2014

M-learning - Janaína Loureiro da Costa (EaD no Face)


Com o crescimento dos aplicativos direcionados a navegabilidade do Moodle, a utilização do m-learning na educação proporciona aspectos positivos no aprendizado, como a ampliação do alcance do aluno, visto que ele pode acessar de qualquer local e otimizar o tempo. Pois, muitas vezes os alunos que procuram cursos a distância tem como maior dificuldade o fator tempo e os dispositivos podem vir facilitar este acesso, promovendo a construção de novas formas de aprender e aprimora a relação tutor aluno e alguns casos otimizar a relação custo beneficio principalmente depois de implantado.
O Mobile learning vem tomando espaço na formação e aprimoramento dos conhecimentos no ambiente de trabalho, além do seu uso corriqueiro para o fornecimento de informações. Com o crescimento dos dispositivos móveis, algumas empresas disponibilizam dispositivos empresariais, com esta facilidade o profissional tem um incentivo aos estudos, com o compartilhamento de temas afins, e a construção coletiva do conhecimento através de plataformas de ensino adaptadas para acesso mobile, o incentivo a utilização de comunidades, sites, bloggers, vídeos, arquivos de áudio e textos impressos.
Além disso, os dispositivos móveis são uma excelente fonte de informações de referência. Pode ajudar no suporte ao desempenho dos funcionários e apoiar uma força de trabalho mais forte e mais confiante. É importante ressaltar que para utilização do m-learning é preciso uma mudança na postura dos usuários.
Inicialmente os conteúdos só podiam ser acessados pelos navegadores (browsers) instalados nos computadores desktop e notebook. Podíamos acessar com diversas dificuldades a internet pelos celulares ou por outros aparelhos ligados a televisão etc, porém nenhum destes meios nos permitia uma navegação acessível, possibilitando uma boa experiência de uso em comparação aos desktops e notebooks.
A ampliação de acesso aos dispositivos móveis motivaram o crescimento do uso dos aplicativos mobile (apps) a partir de 2008, atualmente oferecem aos usuários diversas ferramentas para cada tipo de necessidade.
Para a utilização do Moodle no M-learning, sugiro 2 aplicativos o MDroid e Moodle Mobile, que são gratuitos e disponíveis para download.
Com as inovações novas estratégias e metodologias para a oferta do ensino a distância são utilizadas tais como: os modelos de e-learning , b-learning e m-learning , inserindo os dispositivos móveis como ferramenta crucial para o alcance dos objetivos elaborados para o curso, para que acompanhe a globalização das ações que a sociedade tecnológica disponibiliza, assim como a sustentabilidade característica contemporânea que vem evoluindo com a preservação de gasto desnecessário de material impresso e a facilidade de realizar o acesso ao AVA e seus conteúdos em qualquer local desde que se tenha uma conexão de internet e também a necessidade de uma estruturação de caráter pedagógico; além de designer para a adaptação dos materiais impressos utilizados na modalidade m-learning que está ocupando cada vez mais seu espaço na modalidade a distância em diversos locais. 
A considerável evolução dos dispositivos móveis e a melhoria dos recursos de acesso à internet, aliados aos novos conceitos de layout responsivo; trazem novas perspectivas relacionados ao m-learning. Diminuído assim, as antigas barreiras de acessibilidade e os problemas de usabilidade de software, inclusive em relação a limitação de hardware e ao tamanho de resolução da tela dos elementos de interface das aplicações.
A mudança de comportamento e crescimento de usuários mobile, e sinalizando que isso já estava afetando empresas que queriam seus websites disponíveis para esses novos dispositivos. O design responsivo, como o próprio nome já sugere, consegue responder ao tamanho da tela para se adequar da melhor forma.
A partir da versão 2.5 do Moodle, melhorias na área de layout e usabilidade foram adicionadas, sendo que uma das grandes novidades é opção de escolher temas para diferentes tipos de dispositivos. Sendo que dentre estes temas nativos (temas inclusos no próprio Moodle), temos opções de base responsiva, como exemplo temos o tema Clean e o MyMobile.
Foi desenvolvido um projeto em que foi utilizado dois tipos de temas nativos do Moodle, um modelo padrão, personalizado, porém não responsivo, chamado de "magazine" para aplicações em desktop (computadores de mesa e notebook), e o tema MyMobile para aplicações móveis (smartphones e tablets).
Tema disponibilizado pelo Moodle que não necessita de aplicativos, pode ser acessado por meio de qualquer navegador.Requisitos: deve ser selecionado dentro das configurações administrativas, na opção aparência, no seletor de temas. Outra forma de acesso ao AVA Moodle via Mobile, é utilização dos APPs para dispositivos móveis, diversos deles são encontrados nas lojas virtuais dos seus segmentos de sistemas operacionais como Google Play (Android) e ITunes (Sistemas Iphone). Em nossa pesquisa elegemos dois destes aplicativos, por serem mais utilizados e gratuitos.
Agradecimentos à Janaína Loureiro da Costa pela pesquisa e disponibilização do artigo e ao EaD no Face por divulgar 

5 de mar de 2014

CRIAÇÃO COLABORATIVA (ONLINE) DE REA COM DESIGN LIVRE

CRIAÇÃO COLABORATIVA (ONLINE) DE REA COM DESIGN LIVRE

A ideia de REA está fortemente vinculada à um sentido social de colaboração à uma comunidade. Geralmente, sua contribuição fica na DISTRIBUIÇÃO de arquivos de forma aberta, permitindo uso, distribuição e reuso (remix). Entretanto, REA também podem ser colaborativos na sua CRIAÇÃO, seja de novos REA ou de remix (versões derivadas de outras).
http://vimeo.com/42226869
Criar e projetar REA com outras pessoas, de forma online e a distância é diferente de fazê-lo presencialmente. Algumas das dificuldades: como se comunicar rapidamente? Tomar decisões? Coordenar tarefas? Ver o trabalho dos outros e trocar arquivos? Não misturar versões e não se perder no meio do processo?

Algumas ferramentas podem ajudar, como Dropbox (para troca de arquivos), Google Drive (para troca de arquivos e edição online de textos, imagens, etc), Facebook ou mesmo blogs (como o Blogger). Porém, estas são ferramentas proprietárias e fechadas. Se um grupo de pessoas quer utilizar ferramentas abertas e livres para produzir Recursos Educacionais Abertos, uma saída é utilizar ferramentas como Wikis, edição simultânea de textos do EtherPadhttps://etherpad.mozilla.org/ e ferramentas de blog e redes sociais como o Wordpress, Drupal ou Moodle.

O Corais www.corais.org é uma plataforma para realizar projetos colaborativos, que une em um só lugar ferramentas software livre como o EtherPad, chat, banco de imagens, arquivo, blog, Wiki, gerenciamento de tarefas, etc, 

Pelo Corais é possível que várias pessoas trabalhem em projetos de REA (e também em outros, que não são de REA) de forma online, colaborativa e a distância. Esta plataforma trabalha com a ideia de DESIGN LIVRE,http://designlivre.org/category/definicoes/ um processo colaborativo orientado à inovação aberta, que acredita que pessoas com as mais diferentes habilidades, cada uma com seu conhecimetno, podem todas participar da elaboração de coisas digitais.

Livro sobre o que é o Design Livre:http://designlivre.org/download/

Vídeo explicando o que é a plataforma de projetos colaborativos:http://vimeo.com/42226869

Rodrigo Freese Gonzatto

boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!