Mostrando postagens com marcador refugiados. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador refugiados. Mostrar todas as postagens

10 de mai de 2017

Refugiados dão aulas de inglês gratuitas para brasileiros

Refugiados dão aulas de inglês gratuitas para brasileiros

Miré dá aulas de inglês gratuitamente na FACHA, em Botafogo
Miré dá aulas de inglês gratuitamente na FACHA, em Botafogo Foto: Divulgação
Juliana Alcantara
Tamanho do texto A A A
Em 2013, quando Miré Cabral desembarcou no Rio de Janeiro, vindo da Guiné Bissau, ele tinha um objetivo: continuar os estudos. No entanto, o irmão que pagaria sua faculdade faleceu e o professor de inglês, então com 28 anos, precisou adiar o sonho. Mas sem abandonar a vida acadêmica: o africano logo começou a dar aulas do idioma para brasileiros.
Esta também foi a saída encontrata por Mariama Bah, que chegou ao Brasil refugiada do país natal, Gâmbia. Assim como Miré, ela leciona a língua na Biblioteca Municipal de Botafogo e no campus das Faculdades Integradas Hélio Alonso no mesmo bairro da Zona Sul do Rio. As aulas são gratuitas são na FACHA e na Biblioteca custam R$ 100 por mês.
Mariama chegou ao Rio em 2014, aos 25 anos, depois de passar por um período conturbado em sua vida. Ela foi forçada a se casar com um primo quando tinha apenas 13 e engravidou poucos meses depois:
- Foi difícil no começo. Não é nada fácil deixar sua família para trás por motivos tão tristes. Cheguei num país onde não conhecia ninguém, não falava o idioma, e totalmente diferente da minha realidade
Miré conseguiu voltar a estudar e hoje é bolsista do curso de Direito da Facha, onde também trabalha na administração:
- Nunca tive medo, apesar das dificuldades, das diferenças culturais e da realidade de ensino. Quando eu fiz a inscrição no sistema para a bolsa de estudos pensava mais no curso de Relações Internacionais, mas comecei no curso de Direito e me apaixonei.
Mariama vive no Rio de Janeiro e trabalha como professora de inglês
Mariama vive no Rio de Janeiro e trabalha como professora de inglês Foto: Reprodução internet
Mariama, que sempre gostou de estudar, foi tirada do colégio para se dedicar ao matrimônio. Atualmente, ela cursa o supletivo em um colégio de Nova Iguaçu e quer ingressar na faculdade de Cinema ou Medicina no próximo semestre. Sua filha, Maimuna, tem 14 anos e estuda com bolsa integral em uma escola no Rio.
- Na primeira oportunidade que tive, deixei o país. Lá, o espaço da mulher é muito limitado na sociedade. Passei muitas coisas na minha vida, mas nunca desisti do sonho de estudar.O destino mudou e meu sonho é ser inspiração não só para minha filha, mas para muitas gerações. É uma luta muito longa, mas eu já comecei e eu não vou desistir - conta.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/educacao/vida-de-calouro/refugiados-dao-aulas-de-ingles-gratuitas-para-brasileiros-21176513.html#ixzz4giQmz9kq

boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!