Mostrando postagens com marcador Design didático. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Design didático. Mostrar todas as postagens

29 de mar de 2017

6 Dicas para Designers Instrucionais


6 Dicas para Designers Instrucionais

19/03/2017

Confúcio vem nos oferecendo um importante indicativo para os processos de formação desde o século IV aC: "Ouço e me esqueço. Eu vejo e me lembro. Eu faço e compreendo". A fim de usar esse pensamento sábio nos processos de capacitação de equipes, leia abaixo 6 Dicas para Criar Excelentes Cursos Online:

1. Conheça o seu público. 
A primeira coisa que você precisa fazer para criar um curso on-line é saber quem é o seu público: é preciso descobrir seus conhecimentos, habilidades e níveis de especialização. Afinal, se você não tem uma ideia clara do que eles já sabem, que habilidades que eles possuem atualmente e no que eles precisam para avançar, será difícil desenvolver um curso que irá oferecer-lhes valor real. 

2. Prenda a atenção do seu aluno. 
Como um primeiro passo para prender a atenção dos alunos, considere o desenvolvimento de uma introdução atraente, que seja interessante para o aluno. Em seguida, considere o uso de humor como uma maneira de manter o aluno atento, usar pequenas doses de humor é uma ferramenta inestimável para impulsionar a memória, uma vez que por alguma razão, nossos cérebros preferem lembrar informações incomuns. Além disso, para ajudá-los a reconhecer facilmente e memorizar conceitos-chave, certifique-se de repeti-los várias vezes ao longo de seu treinamento on-line, além de destacá-los corretamente usando fontes arrojadas, cores diferentes ou colocando-os em caixas. Desta forma, você vai oferecer aos alunos a oportunidade de se concentrar no que é realmente importante desde o início.

3. Crie uma estrutura efetiva para o curso online
É impossível absorver muitas informações em um período de tempo limitado, então, crie uma estrutura de curso "amigável ao cérebro", na qual grandes volumes de informação são divididos em “doses menores”. Quanto mais "passo-a-passo" mais fácil será para os alunos assimilarem o conteúdo de maneira eficaz. Alternar textos com imagens e vídeos com áudio, apresentam uma variedade de conteúdos apresentados de maneiras diferentes, atendendo às demandas especificas de aprendizagem individual. Finalmente, considere criar situações de "causa e efeito " com a maior frequência possível durante todo o seu curso de treinamento on-line. Quando os alunos podem logicamente ligar ou associar duas informações diferentes, eles são capazes de processá-las e mantê-las de forma mais eficaz. Em outras palavras, quanto mais clara e logica a estrutura do seu curso, mais fácil será para os alunos se lembrarem dele.

4. Responder às emoções dos funcionários. 
Como já sabemos, as emoções amplificam a memória . Na verdade, tem sido provado que, sem o elemento emocional, é difícil para a memória de longo prazo guardar efetivamente a informação. Assim, se você estiver interessado em criar um curso que produz formação de memória a longo prazo, você precisa projetá-lo de uma maneira que o seu conteúdo provoque respostas emocionais nos alunos. Em outras palavras, se você quiser facilitar a memória do seu público, você precisa seguir uma abordagem emocionalmente orientada . Uma ótima maneira de criar conteúdo que ofereça valor emocional aos funcionários é a narração de histórias e cenários , que têm um enorme valor na melhora da memória, ajudando seu público a se concentrar em seu conteúdo e lembrá-lo por um longo tempo.

5. Desenvolva o curso interativo e conveniente. 
A fim de oferecer aos alunos uma experiência de treinamento positiva, o seu conteúdo deve ser apresentado da maneira mais interessante possível. Estimule o interesse de seu público e os níveis de engajamento adicionando jogos, recursos multimídia e outros elementos interativos. Esqueça as telas de informações e se concentre na criação de uma série de atividades que entretêm os alunos e permitem que eles pratiquem procedimentos operacionais úteis. Quanto mais envolvente for seu processo de formação, mais fácil será para o público se lembrar do que está aprendendo. Além disso, certifique-se sempre que o seu curso é realmente fácil de acessar e participar. Considere implementar o aprendizado móvel , para que seu público-alvo possa acessar seu curso online em qualquer lugar e a qualquer hora.

6. Mostre os benefícios reais do treinamento on-line. 
Esta última dica é de extrema importância: para criar uma experiência de treinamento válida, é preciso colocar as informações que você quer que os alunos absorvam no mundo real. A informação se solidifica em nossas memórias de longo prazo somente se tivermos a oportunidade de refletir sobre ela. Permita que os alunos vejam-se em cenários que ofereçam benefícios reais e dêem-lhes a oportunidade de agir e fazer escolhas. Falando de escolhas, também é válido considerar permitir que seus alunos cometam erros. Uma abordagem de aprendizagem baseada em erro aumenta significativamente a memória, pois permite que o público falhe em um ambiente sem risco e, em seguida, lembre-se das conseqüências ao lidar com o problema real na vida real.

Agora que você conhece essas estratégias, revise suas ações educacionais! Implemente!

IBDIN Instituto Brasileiro de Desenho Instrucional

27 de mar de 2017

Desenho Instrucional e Aprendizagem Persuasiva


Desenho Instrucional e Aprendizagem Persuasiva

21/03/2017
 Persuasão é uma estratégia de comunicação que consiste em utilizar recursos lógico-racionais ou simbólicos para induzir alguém a aceitar uma ideia, uma atitude, ou realizar uma ação. É o emprego de argumentos, legítimos ou não, com o propósito de conseguir que outro(s) indivíduo(s) adote(m) certa(s) linha(s) de conduta, teoria(s) ou crença(s).

Ok Mas o que isso tem a ver com o desenho instrucional e as demandas educacionais?

Simples: Temos que concordar que a aprendizagem mais memorável ​​e emocionante nem sempre ocorre dentro de uma sala de aula ou um ambiente formalmente adequado para o ensino-aprendizagem. Neste post quero abordar alguns preceitos básicos e alguns benefícios da aprendizagem persuasiva em eLearning, de modo que você possa criar um sistema de aprendizagem mais imersivo, interativo e colaborativo para os seus alunos.

Você sabia que, inclusive temos que adentrar no conhecimento da psicologia social para compreendermos como a persuasão pode beneficiar o estudo, principalmente no formato online? Devo dizer que game educacional é uma tendência que traz consigo esse benefício. Entenda o porquê:

Primeiro vamos falar da psicologia social:
A Psicologia Social – é a ciência que procura compreender os “como” e “porquês” do comportamento social. A interação social, a interdependência entre os indivíduos e o encontro social. Seu campo de ação é portanto o comportamento analisado em todos os contextos do processo de influência social. Uma pesquisa nos manuais de ensino e ementas das diversas universidades nos remetem à:
- interação pessoa/pessoa;
- interação pessoa/grupo (os grupos sociais)
- interação grupo/grupo. (enfoques nacionais, regionais e locais)

Em termos de E-learning ou Aprendizagem Online o que mais aproxima o ser humano da aprendizagem persuasiva são os games.

Um “jogo” nada mais é do que um software ou hardware desenvolvido por meio dos princípios do design de jogo interativo, com o objetivo de transmitir um conteúdo educacional ou de treinamento ao usuário. Existe o termo Serious game ou ” jogo sério” que refere-se ao jogo voltado mais para fins educacionais do que de entretenimento. Eles tem sido amplamente utilizados nas áreas de defesa, educação, exploração científica, serviços de saúde, gestão de emergência, planejamento urbano, engenharia, religião e política.

O conceito de utilizar jogos com propósitos educativos tem a sua origem ainda antes da revolução tecnológica e do uso comum de computadores e podemos dizer que a aprendizagem persuasiva está intrísicamente ligada ao jogo sério.

Exemplo: O primeiro “serious game” foi o Army Battlezone, um projeto desenvolvido pela empresa Atari nos anos 80. Este jogo foi concebido para treinar militares em situação de batalha. Ao longo dos anos, e à medida que os computadores para uso pessoal estão sendo desenvolvidos, os “serious games” são concebidos para uma cada vez maior variedade de áreas: educação, treinamento profissional, saúde, publicidade, e políticas públicas.

Como um bom Designer Instrucional essa é mais uma competência ou conhecimento que você deverá adquirir e que torna-se essencial para manter-se atualizado com as tendências educacionais emergentes, de modo que possa ofertar ao seu público a melhor experiência possível.
A aprendizagem social está determinando uma nova abordagem que parece estar crescendo em termos de popularidade: a aprendizagem generalizada. Mas o que é a aprendizagem persuasiva e quais são os benefícios que oferece para o seu aluno?

A aprendizagem persuasiva ou penetrante:
O termo “aprendizagem generalizada”fala sobre como “aprender com a velocidade da necessidade através de modalidades de aprendizagem formal, informal e social”.

Aqui o aprendizado vai muito além do que aprendemos em sala de aula tradicional. Estende-se ao mundo da aprendizagem informal ou da aprendizagem por necessidade. Exemplo disso é a variedade de games e suas aplicações no dia-a-dia dos usuários para diversos fins. Veja alguns deles:
  • Advergame - nome dado a estratégia de comunicação mercadológica (ferramenta do marketing) que usa jogos, em particular os eletrônicos, como ferramentas para divulgar e promover marcas, produtos, organizações e/ou pontos de vista.
  • Edutainment - o Edutainment tipicamente tenta instruir ou socializar sua audiência passando-se lições por meio de formas familiares de entretenimento.
  • Aprendizagem - Esses jogos possuem objetivos de aprendizado. Geralmente eles são criados para equilibrar o assunto com a jogabilidade e a habilidade do jogador de reter e aplicar parte do assunto no mundo real.
  • Notícias -jJogos jornalísticos que reportam eventos recentes ou enviam comentários editoriais sobre o evento. Um dos exemplos é o jogo September 12th.2
  • Simulação - jogos que simulam atividades da vida real, com objetivo de representar a realidade o mais exata possível.
  • Jogos persuasivos - esses jogos são usados como tecnologia de persuasão.
  • Dinâmica organizacional - Jogos que ensinam e refletem sobre questões de dinâmica organizacional, em três níveis: comportamento individual, dinâmica de grupo e rede, e dinâmica cultural.
  • Jogos para saúde - são jogos para treinamento médico, educação de saúde, terapia psicológica, ou jogos que usam rehabilitação física ou cognitiva.
  • Jogos de arte - jogos usados para expressar ideias artísticas ou arte produzida por meio de jogos eletrônicos.
  • Militainment - jogos bancados por militares ou que replicam operações militares com um alto grau de precisão.

Graças às novas e emergentes ferramentas e tecnologias de eLearning, os alunos agora têm acesso a uma riqueza de informações a qualquer hora, em qualquer lugar e pro diversos meios – principalmente via móvel – tendência geral nos dias de hoje - o que lhes permite expandir a sua compreensão e desenvolver suas habilidades quando for mais conveniente para eles e quando eles realmente precisam de reunir o conhecimento novo e crítico.

IBDIN Instituto Brasileiro de Desenho Instrucional
https://www.ibdin.com.br/single-post/2017/03/21/Desenho-Instrucional-e-Aprendizagem-Persuasiva





boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!