30 de jul de 2008

Fim de férias - hora de arrumar a mochila!!

É pessoal, é triste constatar, porém as férias acabaram! hora de encarar a realidade, as aulas já vão começar!



Você deve estar bem tristinho(a) com isso, não é mesmo? afinal de contas, você esperava curtir bem mais estes 15 dias de recesso... que pena! e, aí? já arrumou sua mochila? jogou fora os papelzinhos de bala e chicletes? arquivou as provas e testes (huuuuummmmmmmm...)? organizou os trabalhos que precisa entregar (xiiii, estou vendo a bagunça reinando no buraco negro estudantil...)

Primeiro passo para você, querido aluno, que ainda está perdido nas férias e nem se lembra do nome da sua escola: tome coragem e abra sua mochila. Abriu? beleza, podemos começar analisando o quadro de horários, na segunda-feira. Certo? quais as disciplinas que serão dadas? alguma tarefa pendente? oba! mãos à obra!

Acabou a tarefa? ótimo! vamos para a outra disciplina. Lembre-se de costumam ser de sete à nove disciplinas ao longo da Educação Básica(ou seja, EF e EM). Terminando as tarefas propostas pelos professores para o período de recesso, é bom você reorganizar seu horário de estudos(ah, vc não tem um horário de estudos?!) Tudo bem: se você estudar 2 disciplinas diferentes todos os dias durante duas horas, frisando, obviamente, nas disciplinas que você tem maior dificuldade, você recuperará as matérias que não foram entendidas, ao mesmo tempo que melhor se preparará para o terceiro bimestre (que você já deve estar morrendo de medo, não é mesmo?). Se preocupe em realizar os questionários e resolver os exercícios propostos na apostila(lembrou deles? eles são coloridinhos, mas não estão lá para decorar o seu livro!!!)



O mais importante é que você estude para as provas de terceiro e quarto bimestres com a consciência de que esforço, tempo, energia e interesse fazem toda a diferença(isso requer mais leitura e esforço pessoal e menos tempo no Orkut e no MSN). Para isso, o apoio que você deve buscar nos professores e em suas explicações em sala de aula é primordial. Não deixe para o quarto bimestre aquilo que pode ser mais fácil no terceiro ou poderá ser tarde demais para você se recuperar, o início de uma bruta dor de cabeça para você mesmo ano que vem!

Agora que você já se reorganizou, pode descansar um pouquinho! Nada melhor do que um filminho em família ou um bom passeio de bicicleta pelo seu bairro - muitas coisas podem estar acontecendo nesse minuto enquanto você está ocupado pondo em prática sempre os velhos hábitos.

Para a gente crescer livre, realizado e feliz a gente precisa fazer com que nossa vida esteja plena de elementos que favoreçam essas ações! A mente deve estar sã num corpo são!! a saúde deve estar sempre em sintonia com a beleza da vida e a aquisição do conhecimento!

É por essa razão que eu estou indo caminhar já já!!!
Um abraço e boas aulas

16 de jul de 2008

Férias descoladas

Domingo de sol e a certeza de que no dia seguinte... poderemos dormir até mais tarde!!! o período de férias deve ser encarado não apenas como uma oportunidade de esquecer da rotina escolar, passar mais tempo no dolce far niente que a gente, quase sem querer, acaba se entregando, para poder descansar um pouco da primeira fase do ano letivo.

Primeiro, é importante fazer uma pequena correção; esse período tão esperado, de aproximadamente 15 dias em julho é chamado de recesso escolar nos regimentos escolares. Portanto, nada como manter a mente alerta e desperta para a segunda metade do semestre quando o rítmo de estudos se intensifica e por vezes, perdemos a noção de espaço, tempo e disposição para estudar

Agora, para que esse período possa ser produtivo em matéria de descanso e de boas lembranças, é bom ter em mente algumas dicas que podem parecer interessantes para que possamos voltar às aulas com garra, conhecimento e alto astral!

1- Ver os amigos é fundamental - o convívio com os amigos e os familiares é muito importante para que juntos possam partilhar assuntos e interesses em comum. Isso reforça os laços familiares e de amizade.

2- Esqueça-se um pouco do uso do computador - abra sua janela de manhã e contemple o belo dia de sol que está lá fora. Pratique esportes, caminhe pela natureza, respire ar puro - isso faz com que a gente se reconecte à um estado mais natural, bem até agora não conheci ninguém que tenha nascido conectado à um cabo de modem...

3- Passeie com sua família e amigos, vá ao shopping, à praia, às fazendas e pousadas, valorizem sua compania. As pessoas gostam de sentirem queridas por vc.

4- Faça programas culturais, lendo um bom livro, indo ao teatro, à algum show, uma exposição ou mostra cultural. Pode não parecer, mas tudo o que aprendemos nos divertindo mais tarde nos serve para a vida profissional ou estudantil. Nada mal fazer novas descobertas, travar novos contatos, estabelecer novas metas, ainda que sejam temporárias, não importa, o que vale é as experiencias que serão trocadas, as possibilidades que poderão ser levantadas.

5- Procure compreender que, justamente por ser um período de recesso, vc deve manter o ritmo de estudo. Reserve duas horas de seu dia para por a matéria à limpo, daquelas disciplinas que vc tem mais dificuldade. O período de recesso pode ser um sonho à la Grease nos Tempos da Brilhantina, mas não se esqueça de que quando o período letivo recomeçar vc pode viver num verdadeiro pesadelo.

6- Mudar o visual, ler revistas de moda, de games, de esportes, arrumar seu quarto, redecorá-lo...ir a cabelereiro, à manicure, ao médico, à esteticista, ao dentista. O recesso é um período ideal para cuidarmos de nosso corpo. Sempre bom lembrar da filosofia antiga;mens sana en corpore sano, ou em bom portugues; mente sã no corpo são!

7- Tentar uma alimentação mais natural, encontrar-se em sua fé, respirar ar puro, fazer passeios ecológicos, conhecer as necessidades de seu bairro, conhecer trabalhos comunitários e se dedicar à algumas dessas iniciativas também podem consistir em tarefas criativas para este período de descanso, na certeza de que, cuidando do hoje, você estará cuidando também do seu futuro. .

A gente aprende mais enquanto faz o que mais aprecia, o que sente prazer. Que nesse recesso a gente possa descansar um pouco da labuta diária com bom humor e entusiasmo, com a certeza de que, quando voltarmos às aulas, voltaremmos bem mais dispostos à ensinar e a aprender

Agora vou pra praia, porque ninguém é de ferro!!!!

Abraços,

Semíramis

8 de jul de 2008

Pelo veto ao projeto de cibercrimes - Em defesa da liberdade e do progresso do conhecimento na Internet Brasileira

Pelo veto ao projeto de cibercrimes - Em defesa da liberdade e do progresso do conhecimento na Internet Brasileira Petition

To: Senado Brasileiro
EM DEFESA DA LIBERDADE E DO PROGRESSO DO CONHECIMENTO NA INTERNET BRASILEIRA

A Internet ampliou de forma inédita a comunicação humana, permitindo um avanço planetário na maneira de produzir, distribuir e consumir conhecimento, seja ele escrito, imagético ou sonoro. Construída colaborativamente, a rede é uma das maiores expressões da diversidade cultural e da criatividade social do século XX. Descentralizada, a Internet baseia-se na interatividade e na possibilidade de todos tornarem-se produtores e não apenas consumidores de informação, como impera ainda na era das mídias de massa. Na Internet, a liberdade de criação de conteúdos alimenta, e é alimentada, pela liberdade de criação de novos formatos midiáticos, de novos programas, de novas tecnologias, de novas redes sociais. A liberdade é a base da criação do conhecimento. E ela está na base do desenvolvimento e da sobrevivência da Internet.
A Internet é uma rede de redes, sempre em construção e coletiva. Ela é o palco de uma nova cultura humanista que coloca, pela primeira vez, a humanidade perante ela mesma ao oferecer oportunidades reais de comunicação entre os povos. E não falamos do futuro. Estamos falando do presente. Uma realidade com desigualdades regionais, mas planetária em seu crescimento.
O uso dos computadores e das redes são hoje incontornáveis, oferecendo oportunidades de trabalho, de educação e de lazer a milhares de brasileiros. Vejam o impacto das redes sociais, dos software livres, do e-mail, da Web, dos fóruns de discussão, dos telefones celulares cada vez mais integrados à Internet. O que vemos na rede é, efetivamente, troca, colaboração, sociabilidade, produção de informação, ebulição cultural. A Internet requalificou as práticas colaborativas, reunificou as artes e as ciências, superando uma divisão erguida no mundo mecânico da era industrial. A Internet representa, ainda que sempre em potência, a mais nova expressão da liberdade humana.
E nós brasileiros sabemos muito bem disso. A Internet oferece uma oportunidade ímpar a países periféricos e emergentes na nova sociedade da informação. Mesmo com todas as desigualdades sociais, nós, brasileiros, somo usuários criativos e expressivos na rede. Basta ver os números (IBOPE/NetRatikng): somos mais de 22 milhões de usuários, em crescimento a cada mês; somos os usuários que mais ficam on-line no mundo: mais de 22h em média por mês. E notem que as categorias que mais crescem são, justamente, "Educação e Carreira", ou seja, acesso à sites educacionais e profissionais. Devemos assim, estimular o uso e a democratização da Internet no Brasil. Necessitamos fazer crescer a rede, e não travá-la. Precisamos dar acesso a todos os brasileiros e estimulá-los a produzir conhecimento, cultura, e com isso poder melhorar suas condições de existência.
Um projeto de Lei do Senado brasileiro quer bloquear as práticas criativas e atacar a Internet, enrijecendo todas as convenções do direito autoral. O Substitutivo do Senador Eduardo Azeredo quer bloquear o uso de redes P2P, quer liquidar com o avanço das redes de conexão abertas (Wi-Fi) e quer exigir que todos os provedores de acesso à Internet se tornem delatores de seus usuários, colocando cada um como provável criminoso. É o reino da suspeita, do medo e da quebra da neutralidade da rede. Caso o projeto Substitutivo do Senador Azeredo seja aprovado, milhares de internautas serão transformados, de um dia para outro, em criminosos. Dezenas de atividades criativas serão consideradas criminosas pelo artigo 285-B do projeto em questão. Esse projeto é uma séria ameaça à diversidade da rede, às possibilidades recombinantes, além de instaurar o medo e a vigilância.
Se, como diz o projeto de lei, é crime "obter ou transferir dado ou informação disponível em rede de computadores, dispositivo de comunicação ou sistema informatizado, sem autorização ou em desconformidade à autorização, do legítimo titular, quando exigida", não podemos mais fazer nada na rede. O simples ato de acessar um site já seria um crime por "cópia sem pedir autorização" na memória "viva" (RAM) temporária do computador. Deveríamos considerar todos os browsers ilegais por criarem caches de páginas sem pedir autorização, e sem mesmo avisar aos mais comum dos usuários que eles estão copiando. Citar um trecho de uma matéria de um jornal ou outra publicação on-line em um blog, também seria crime. O projeto, se aprovado, colocaria a prática do "blogging" na ilegalidade, bem como as máquinas de busca, já que elas copiam trechos de sites e blogs sem pedir autorização de ninguém!
Se formos aplicar uma lei como essa as universidades, teríamos que considerar a ciência como uma atividade criminosa já que ela progride ao "transferir dado ou informação disponível em rede de computadores, dispositivo de comunicação ou sistema informatizado", "sem pedir a autorização dos autores" (citamos, mas não pedimos autorização aos autores para citá-los). Se levarmos o projeto de lei a sério, devemos nos perguntar como poderíamos pensar, criar e difundir conhecimento sem sermos criminosos.
O conhecimento só se dá de forma coletiva e compartilhada. Todo conhecimento se produz coletivamente: estimulado pelos livros que lemos, pelas palestras que assistimos, pelas idéias que nos foram dadas por nossos professores e amigos... Como podemos criar algo que não tenha, de uma forma ou de outra, surgido ou sido transferido por algum "dispositivo de comunicação ou sistema informatizado, sem autorização ou em desconformidade à autorização, do legítimo titular"?
Defendemos a liberdade, a inteligência e a troca livre e responsável. Não defendemos o plágio, a cópia indevida ou o roubo de obras. Defendemos a necessidade de garantir a liberdade de troca, o crescimento da criatividade e a expansão do conhecimento no Brasil. Experiências com Software Livres e Creative Commons já demonstraram que isso é possível. Devemos estimular a colaboração e enriquecimento cultural, não o plágio, o roubo e a cópia improdutiva e estagnante. E a Internet é um importante instrumento nesse sentido. Mas esse projeto coloca tudo no mesmo saco. Uso criativo, com respeito ao outro, passa, na Internet, a ser considerado crime. Projetos como esses prestam um desserviço à sociedade e à cultura brasileiras, travam o desenvolvimento humano e colocam o país definitivamente para debaixo do tapete da história da sociedade da informação no século XXI.
Por estas razões nós, abaixo assinados, pesquisadores e professores universitários apelamos aos congressistas brasileiros que rejeitem o projeto Substitutivo do Senador Eduardo Azeredo ao projeto de Lei da Câmara 89/2003, e Projetos de Lei do Senado n. 137/2000, e n. 76/2000, pois atenta contra a liberdade, a criatividade, a privacidade e a disseminação de conhecimento na Internet brasileira.
André Lemos, Prof. Associado da Faculdade de Comunicação da UFBA, Pesquisador 1 do CNPq.

Sérgio Amadeu da Silveira, Prof. do Mestrado da Faculdade Cásper Líbero, ativista do software livre.

João Carlos Rebello Caribé, Publicitário e Consultor de Negócios em Midias Sociais

e os abaixo assinados

ENEM 2008, tá na hora!!!!! Inscrições até 14/07!!!



Para aqueles que perderam o prazo de inscrição para o Enem 2008, há mais uma chance. Para se inscrever, visite o Site do ENEM(pagando taxa de R$35 até o dia 14 de Julho).

A prova acontecerá no dia 31 de Agosto às 13h, contemplando 63 questões de múltipla escolha.

Você sabe o que é o Exame Nacional do Ensino Médio? Não?

O ENEM é uma avaliação proposta pelo Governo Federal, através do MEC, que visa analisar o desempenho dos estudantes do Ensino Médio, no ano de sua conclusão ou de alunos que já completaram o EM em anos anteriores.
Tal exame é essencial para alunos que têm planos de tentar o vestibular, pois apresentam questões parecidas com as do temível concurso.

O mais interessante no Enem é a avaliação das habilidades e competências dos estudantes. A prova do Enem é contextualizada e interdisciplinar, exigindo do candidato menos memorização excessiva dos conteúdos e mais demonstrações de sua capacidade de “como fazer”, colocar em prática os conhecimentos adquiridos nos anos de Ensino Médio. É um exame que valoriza a capacidade interpretativa do aluno de tudo o que ele estudou e aprendeu no EM, sem a necessidade de decorar para passar.

Outra vantagem do ENEM é que mais de 600 Instituições de Ensino Superior (IES) pelo Brasil utilizam seus resultados como complementação de seus processos seletivos (algumas até estudam substituir o vestibular pelo Enem como processo seletivo), o que acaba sendo um atrativo a mais para os estudantes participarem do Enem.

ENEM E PROUNI - O que isso tem a ver??

Outro grande incentivo é o ProUni - Programa Universidade para Todos - que ajudou a popularizar o Enem desde que foi implantado em 2005. Só em 2007 foram mais de 2,7 milhões de participantes que fizeram a prova do Enem no dia 26 de agosto.

O ProUni é um sistema de benefício aos estudantes de baixa renda que não têm condição de pagar uma faculdade particular. De acordo com o site do Programa, a estimativa é oferecer cerca de 400 mil novas vagas nos próximos quatro anos.

O Programa distribui três tipos de bolsa, a bolsa integral, para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 570,00), a bolsa parcial, 50%, para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos (R$ 1.140,00) e a bolsa de 25%, para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos (R$ 1.140,00), concedidas somente para cursos com mensalidade de até R$ 200,00.

Maiores Informações clique aqui!!!

3 de jul de 2008

Montagem de fotos do I EducaCamp - Momentos inesquecíveis

Aos queridos amigos : Lúcia, Lilian, Cybele, Ceila, Fred Mary Grace Mari Neuza, Marinez, Wolney, Jaciara, Bee, Ana Laura e Watanabe, uma lembrança singela desse nosso encontro! Todos os que aqui estão e os que eu não mencionei, fazem parte de um time maravilhoso! foi uma grande alegria conhecer vocês!!!

 


algumas imagens gentilmente cedidas pela Cybele Meyer
Posted by Picasa

Desafio do Educando O Amanhã


Concorra a esta linda blusa do EducaCamp 2008

Basta responder a esse tópico: Considerando que o uso das tecnologias representa um grande avanço na educação, de quais maneiras você, educador, as utiliza na sala de aula? Qual a maior barreira que existe na utilização desta metodologia: o desinteresse dos alunos, o despreparos dos educadores, a falta desses recursos na escola ou mesmo a indiferença da coordenação pedagógica?

As respostas serão aceitas até o próximo dia 15/07. As duas melhores respostas ganharão uma camiseta do EducaCamp 2008.


Boa Sorte!!!!

Semíramis Alencar

boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!