4 dicas para criar cursos imersivos

Mostrando postagens com marcador Jogos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jogos. Mostrar todas as postagens

9 de out de 2013

Curso: desenvolvimento de aplicativos para celular ou tablets

A Fundação CECIERJ, em parceria com a Comunidade Iberoamericana de Empreendimento Digital – Unx, na tentativa abre inscrições para um curso super interessante, principalmente para educadores interessados em produzir seu próprio conteúdo/aplicativo ou jogo para utilizar os smartphones e tablets em suas aulas, ou mesmo para aqueles que desejam gerar uma renda ou empreender com as “novas tecnologias”.
Já fiz minha inscrição e descobri alguns tutoriais, antes mesmo do curso começar e gostei tanto da ferramenta que já estou me aventurando. Tenho certeza de que muitos colegas que seguem este Blog vão gostar também! Ao pesquisar, descobri que basta ter uma conta (e-mail) no Google e você já pode começar a aprender, basta um pouco de desenvoltura no inglês para acompanhar os tutoriais, pois o programa sequer exige muita instalação. Como não poderia deixar de ser, tudo isso criado em “Open source” (código aberto), por um “timaço” do MIT.
O curso gratuito  e a distância de Empreendimento e Desenvolvimento de Aplicativos Móveis (App Inventor), no sistema Android está com inscrições abertas e as aulas estão previstas para iniciarem no começo de maio. O curso terá duração de seis semanas e não é necessário ter conhecimentos técnicos prévios de programação, além disso, não há exigência de grau de escolaridade. Os interessados podem se inscrever pelo site: www.redunx.org. A parceria da Fundação com a UnX possibilitou disponibilizar as aulas na Língua Portuguesa, levando o conhecimento e a técnica da modalidade de educação a distância, aberta e de qualidade.
Espero vocês por lá!!
Fonte para maiores informações sobre o curso: Portal do CECIERJ
Página do MIT App Inventor, para conhecer o projeto:http://appinventor.mit.edu/explore/
MIT App Inventor

Postado inicialmente em Aprendizagem Digital - Jenny Horta http://aprendizagemdigital.wordpress.com/2013/05/08/curso-desenvolvimento-de-aplicativos-para-celular-ou-tablets/v


26 de abr de 2012

Jogos para aulas vagas

Jogos para aulas vagas


19 de março de 2012




170320121703251029826_top_education_2.jpg
Na aula vaga, jogos
O professor não pode dar aulas? Não há substituto? Muito menos aula vaga? Então, esse pode ser um bom momento para realizar jogos educacionais com os estudantes e desenvolver outras capacidades deles.

Se há computadores disponíveis na escola, é possível planejar uma aula com jogos. Destaque para os jogos que incentivam a memória, leitura e também a coordenação motora. Mas é importante não deixar em aberto a escolha dos jogos e seus objetivos. Se é professor, escolha um e trabalhe com ele dentro de seus objetivos.

Mas quem não tem tecnologia à disposição pode muito bem criar jogos interpessoais que agucem diversas características dos alunos, além de integrarem as salas de aula. Um exemplo, é o jogo de lista de ditados populares, que ajuda na interpretação de textos e memória.

Outros exemplos: Jogo do "E se eu fosse...", onde um aluno começa dizendo "E se você fosse um carro...", e assim por diante, exercitando a criatividade.

Jogo de perguntas: Divide-se a turma em duas equipes, são dadas dicas para as equipes adivinharem as palavras.

Saiba mais nesse curso do Portal Educação:http://www.portaleducacao.com.br/pedagogia/cursos/218/curso-de-o-brincar-e-o-aprender-na-educacao-infantil

17 de ago de 2011

Dez jogos e brincadeiras para a Educação Infantil

Do site Casa Da Infância
http://casadainfancia.spaceblog.com.br/948815/Dez-jogos-e-brincadeiras-para-a-Educacao-Infantil/

Dez jogos e brincadeiras para a Educação Infantil
As atividades abaixo foram capturadas no link educador brasil escola e são opções para o professor da educação infantil desenvolver algumas das habilidades infantis de forma lúdica. Certamente as crianças vão gostar muito!

— por Rosana Rodrigues


Desenvolver atividades em Educação Infantil não é nada fácil, em razão dos alunos serem muito pequenos e ainda por não corresponderem de forma motora a muitas atividades. Assim, seguem algumas sugestões que poderão auxiliar o professor no cotidiano da sala de aula, bem como fora dela.

Caixa de Sensações: o professor pode encapar uma caixa de tênis fazendo um furo em forma de círculo, com dez centímetros de diâmetro. O professor deverá organizar materiais como retalhos, flocos de algodão, pedaços de lixa, tampinhas, caixinhas e outros objetos e ir colocando-os por uma das extremidades, a fim de que a criança, com a mão do outro lado, identifique o material.


Caminho Colorido: com folhas de papel pardo, faça um caminho para que as crianças carimbem os pés, com tintas coloridas. É uma atividade que envolve muito as crianças, e as deixam muito felizes.

Toca do Coelho: Dispor bambolês no pátio da escola de forma que fiquem duas crianças em cada um e que sobre uma fora do bambolê. Ao sinal do professor, as crianças deverão trocar de toca, entrando duas em cada um. Sempre sobrará uma criança fora da toca.

De onde vem o cheiro? A professora irá passar perfume em um paninho e o esconderá na sala, num lugar fácil, onde os alunos deverão descobrir de onde vem o cheiro.

Dentro e Fora: Fazer uma forma geométrica bem grande no chão e pedir que as crianças entrem na delimitação desse espaço. Se quiser o professor poderá fazer outra forma dentro da que já fez onde irá pedir que os alunos adentrem também, explorando ainda que se a forma é pequena eles irão ficar apertados.

Arremesso: O professor fará uma linha no chão, usando fita crepe e as crianças deverão arremessar garrafinhas plásticas cheias de areia, para frente. O professor irá medir as distâncias e verificar quem conseguiu arremessar mais longe. Depois, em sala de aula, poderá fazer um gráfico explicativo.

Pneus: Esses podem ser usados para várias brincadeiras, como pular dentro e fora, se equilibrar andando sobre a parte de sua lateral ou ainda quem consegue rolar o pneu de um determinado lugar até outro sem deixá-lo cair.

Que som é esse?: Com faixas de tnt preto, vendar os olhos dos alunos e fazer diferentes barulhos usando instrumentos musicais, latas, brinquedos, etc., a fim de que as crianças identifiquem os mesmos.

Caixa Surpresa: Com uma caixa de papelão encapada, o professor irá mandar para a casa de um aluno a fim de que os pais enviem algum material que possa ser descoberto pelas crianças. O professor vai fazendo descrições do material, até que as crianças descubram o que é.

Pega-Pega Diferente: Dividir a turma em dois grupos e identificá-los com lenços ou fitas de cores diferentes. Após o sinal do professor os grupos deverão pegar uns aos outros e a criança pega deverá ficar num espaço delimitado pelo professor. Vence o grupo que tiver mais pessoas que não foram pegas.


Por Jussara de Barros

Graduada em Pedagogia

Equipe Brasil Escola


FONTE DO TEXTO: http://www.educador.brasilescola.com/orientacoes/dez-jogos-brincadeiras-para-educacao-infantil.htm

boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!