4 dicas para criar cursos imersivos

Mostrando postagens com marcador Teoria das faces. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Teoria das faces. Mostrar todas as postagens

11 de ago de 2014

Cont. Comunicações e interações face a face (Teoria das faces)

As conversações face a face e virtuais oferecem um leque de habilidades para melhor inserção dos mesmos.

Tecnologia - Ofício/ estudo - conjunto de conhecimentos e/ou princípios científicos que se aplicam a determinado ramo ou atividade;

Conversa - Tecnologia instrucional mais antiga e mais eficaz!Ainda é o recurso mais utilizado mesmo na EaD;

A linguagem oral é utilizada como instrumento de ensino há mais de 2400 anos começa com a peripatética de Aristóteles, esse método de ensino consistia em andar pelos jardins e campos dialogando. Era uma aprendizagem dialógica na qual o tutor (filósofo) estimulava o discípulo não só a repetir um determinado conteúdo, mas tecer ideias acerca do que foi conversado.

Educação liberal - Grande conversação entre os mestres do passado e do presente, ligados não só pela tradição oral, mas pelas melhores obras.

Aulas com diálogo proporcionam maior grau de interação entre instrutor e aprendiz. Tecnologia de conversação utilizada em diversos contextos.

A linguística entende a língua sob o aspecto social, cognitivo e gramatical, também vem sendo estudada como forma de aumentar a interatividades em uma aula.

Momentos divergentes e convergentes 
1.Entrada - Conhecimento prévio associado ao novo tema;
2. Esclarecimento do assunto - condutor da discussão apresenta o modelo do tópico a ser analisado;
3. Investigação colaborativa - dados e pontos de vista são levantados e classificados;
4. Fechamento/ síntese - O condutor incentiva os participantes a realizar uma síntese do que foi abordado, fechando o ciclo dialógico..

Princípio da cooperação - Um objetivo ou finalidade no enunciado no qual o falante deva sempre levar em conta em suas intervenções, o desenrolar da conversa e a direção que ela toma.
Semíramis F. Alencar Moreira 
PIGEAD - UFF - Sistemas de Tutoria em Ensino a Distância, 2014 


Comunicação e Interação face a face

Na comunicação e interação face a face são considerados 4 componentes

1. Tomada de turno
A organização dos participantes se dá de forma que cada um se expresse um de cada vez.
O professor deve aproveitar as "deixas"dos alunos para interagir e realimentar as discussões, a fala é receptiva às intervenções dos alunos;

2. Sobreposição
Ocorre quando duas ou mais pessoas falam ao mesmo tempo ou quando um deseja roubar o turno do outro, interrompendo-o, as sobreposições geralmente são curtas;

3. Reparo
Esclarecimento de algo, acrescentar a informação a um comentário recém feito, correção ou realinhamento dos participantes no ponto de vista do falante;

4. Reformulação
Sintetizar, unificar ou extrair sínteses, resumir as falas de forma a clarear algum conteúdo, interpretando falas e validando correções.

Fases das discussões instrucionais

Momentos divergentes e convergentes
A estrutura elástica de várias contribuições dos integrantes da conversação, afunilada por razões estratégicas;

Fases das discussões instrucionais em EaD
1. Entrada - conhecimento prévio e revisado associado ao novo tópico
2. Esclarecimento do assunto -  Modelo do tópico
3. Investigação colaborativa - dados a serem levantados, classificados
4. Fechamento ou síntese - o condutor da discussão deve auxiliar os outros participantes a realizar uma síntese do que foi levantado.

Princípio da cooperação
Enunciado - objetivo ou finalidade
Princípios que se desenrolam em :

Máximas Conversacionais 

1. Máximas de quantidade
Informação exigida 
não dar mais informação do que seja necessário;

2. Máximas de qualidade 
Não afirmar o que não se tenha certeza
não afirmar o que acredita ser falso
não afirmar coisas sobre as quais não se tenha provas

3. Máximas de relação
Pertinência ao tema tratado

4. Máximas de maneira 
Clareza;
Evitar ambiguidade;
Ordenação, cadência, coerência

Teoria das Faces/ Polidez linguística 

Amor próprio do interlocutor

Face positiva , que valorize os aspectos positivos do sujeito: 
apreciação, reconhecimento;


Face Negativa - defesa dos ataques externos, autopreservação.

Fonte: Conversação e discussões instrucionais (BEVILAQUA, D. V. & BARRETO, C., 2009)

Semíramis F. Alencar Moreira 
PIGEAD - UFF - 2014







boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!