4 dicas para criar cursos imersivos

Mostrando postagens com marcador evasão escolar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador evasão escolar. Mostrar todas as postagens

17 de mai de 2012

Competências e Habilidades do tutor a distância face a evasão de alunos dos cursos superiores em EaD - Profª Semíramis Alencar

Profª Semíramis F. Alencar Moreira

O papel do tutor a distância, no que concerne a motivação, poderia se caracterizar como o papel de um incentivador, aquele que estimula a aprendizagem através de estímulos tanto pessoais, tais como e-mails, avisos, indicações de recursos para a aprendizagem, quanto ofertas de ajuda, como a disponibilização de vídeos, artigos, imagens e sites que despertem no educando o desejo por aprender e persistir no curso.

Outro aspecto importante da motivação no curso de EaD é o caráter sensibilizador do papel do tutor a distância, o qual ele pode apresentar soluções para que o educando o conclua. Assim observa-se a complexidade dessa tarefa: 
"a tutoria é necessária para orientar, dirigir e supervisionar o ensino-aprendizagem" (Pinto 2008, p. 29). Talvez deveria-se reformular essa frase para "a tutoria é necessária para orientar, incentivar, dirigir, e supervisionar o processo de ensino-aprendizagem" pois o tutor, enquanto incentivador do curso, imbuído de inúmeras competências a serem desenvolvidas, pode ser o principal responsável pelo sucesso ou fracasso acadêmico em EAD daquele educando.

Devemos lembrar entretanto que estamos lidando com adultos e estes se motivam à partir de elementos essenciais a sua subsistência, seu sustento e oportunidades de crescimento profissional/social. Conforme o texto-base aponta, em Lindeman in Pinto (2008)
  "Considera que há cinco fatores básicos para uma educação significativa que são: motivação do adulto; orientação da aprendizagem centrada na vida; a experiência como fonte de aprendizado; adultos necessitam se autodirigir; a educação de adultos deve considerar as diferenças entre pessoas que a nosso ver se aplica a modalidade EaD." 

Por essa razão mesma, o tutor deverá orientar os educandos, não apenas com o olhar apaixonante de educador, mas com o olhar profissional, social voltado às competências e habilidades do mesmo para que este conquiste tanto o sucesso acadêmico quanto o profissional quando sair de dentro da universidade. E há de desenvolver essas potencialidades com cada um dos cursistas, de forma que estes não se sintam excluídos do processo ou mesmo (e ainda mais preocupante fato) excluídos de um grupo seleto onde são estimulados apenas alguns membros mais diletos, com chances de ascensão. Essa talvez o fator mais lamentável da evasão universitária à distância  
Posto que o ensino superior a distância promete um retorno aos princípios de excelência, igualdade de condições à todos os sujeitos da aprendizagem e participação plena de todos seus membros na construção de uma sociedade em melhores condições de vida, o tutor a distância terá de ver e interagir com olhar digital as impressões e dimensões de uma sociedade real.


Semíramis F. Alencar Moreira

boo1

Postagens mais visitadas

Ajude a ciência brasileira com o tempo ocioso de seu computador - participe do World Community Grid!